terça-feira, 6 de outubro de 2009

Marie Curie

Sou fã e admiradora da polonesa Marie Curie... Por vários motivos, mas principalmente, por ser uma mulher cientista na época em que viveu (1867-1934). Dedicada aos estudos da química ganhou o prêmio Nobel duas vezes e foi uma das precursoras do estudo da radioatividade. Como a oitava série inicia o 4º. bimestre trabalhando com o tema "radioatividade" fica aqui um pouco de Marie Curie e algumas sugestões de sites sobre ela e seu trabalho...

"Nada na vida deve ser receado.
Tem apenas que ser compreendido."

Marie Curie


"Nascida na capital da Polónia mudou-se já na juventude para Paris. Licenciou-se em primeiro lugar em Ciências Matemáticas e Física, na Sorbonne. Foi a primeira mulher a lecionar neste prestigiado estabelecimento de ensino. Casou-se em 1895 com Pierre Curie (de quem recebeu o sobrenome pelo qual é conhecida) que também era professor de Física. Em 1896, Henri Becquerel incentivou-a a estudar as radiações, por ele descobertas, emitidas pelos sais de urânio. Juntamente com o seu marido, Marie começou, então, a estudar os materiais que produziam esta radiação, procurando novos elementos que, segundo a hipótese que os dois defendiam, deveriam existir em determinados minérios. Após vários anos de trabalho constante, isolaram dois novos elementos químicos. O primeiro foi nomeado polônio, em referência a seu pais nativo, e o outro rádio, devido à sua intensa radiação. Os termos radioativo e radioatividade foram inventados pelo casal para caracterizar a energia liberada espontaneamente por este novo elemento químico. Com Pierre Curie e Antoine Henri Becquerel, recebeu o Prêmio Nobel de Física, em 1903 "em reconhecimento pelos extraordinários serviços obtidos em suas investigações conjuntas sobre os fenômenos da radiação, descoberta por Henri Becquerel". Foi a primeira mulher a receber tal prêmio."

Fonte: http://www.fnquimica.com/quimica-geral-f2/biografia-da-marie-curie-t93.htm

Visitem:

http://www.ifi.unicamp.br/~ghtc/Biografias/Curie/Curie3.htm

http://cdcc.usp.br/ciencia/artigos/art_29/MarieCurie.html


Bjos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário